Crimes Cibernéticos

Imagem original: https://i2.wp.com/www.hostnet.com.br/blog/wp-content/uploads/2012/11/Gitanes_Blog_-_Crimes_na_Internet.banner11.jpg

Muita gente não leva o assunto a sério, mas os crimes cibernéticos podem causar prejuízos significativos para a sociedade. Desde apagões, falta de água e rombos financeiros, uma pessoa dotada de conhecimento específico, pode provocar uma série de acontecimentos, que ao final, trarão vários problemas, inclusive para a sociedade.

Na América Latina, o Brasil lidera todos os tipos de ataques na web, como o envio de códigos maliciosos, zumbis de spam e phishing. Considerando que a grande maioria dos brasileiros desconhecem os recursos de segurança para proteger a navegação pela internet, eles se tornam vítimas fáceis dos criminosos virtuais.

Quando se trata dos ataques cibernéticos com cavalo-de-troia, o Brasil está na frente da China e da Rússia, com um índice de 16,9%. Quanto aos ataques phishing, o país aparece em 5º lugar no ranking mundial com apenas 1%, atrás do Reino Unido (42%), Canadá (29%), EUA (22%) e Noruega (2%).

O Brasil também ocupa a quinta posição no ranking dos países que mais enviam spam, com 3,4%, estando atrás dos Estados Unidos (42,2%), Reno Unido (8,5%), França (5,1%) e Alemanha (4,6%).

Diante dessa realidade, nos próximos quatro anos o Ministério da Defesa investirá cerca de R$400 milhões no setor cibernético. Dos recursos previstos, 27,9% serão destinados à capacitação de profissionais e 41,33%  com segurança. Para o próximo ano, devem ser investidos R$ 110 milhões. Cerca de R$ 100 milhões deverão ser investido em 2014 e mais R$ 81,7 milhões em 2015.

Do lado do usuário, os números não são nada agradáveis. Eles revelam que 80% dos adultos no Brasil já sofreram com crimes virtuais. Destes, 60% nunca usaram um antivírus atualizado. Recentemente um novo indicador surgiu mostrando que 9% dos brasileiros sofreram ataques em plataformas móveis.

Apesar de  todo esse esforço do governo, é fundamental a participação da sociedade. Para não fazer parte dessas estatísticas, ações simples podem contribuir para a redução dos crimes virtuais. O uso de um bom antivírus, softwares originais, atualização de softwares, senhas seguras e o principal, evitar acessar links suspeitos, irão proporcionar mais segurança e evitarão que boa parte dos problemas acima citados aconteçam.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s