TheLastRipper

lastripper

Neste natal fui presenteado por minha namorada com uma cesta na qual veio um ótimo vinho, um livro maravilhoso e um cd fantástico do maestro Eduardo Lages. Nada melhor que um bom livro, um ótimo vinho e uma música perfeita para acompanhar.

Sou um consumidor sem limites de música. Neste quesito sou bastante exigente e não curto qualquer porcaria que andam lançando por aí. Meu gosto é variado, sou bastante eclético. Minhas preferências são MPB, clássicos, instrumentais, oldies, passando de Ray Conniff a Andre Rieu, de Paul Mauriat a Titãs e lógico, um bom pop/rock para apimentar ainda mais minha coleção.

Ultimamente porém não tenho comprado mais CD’s como antes. Estou trabalhando agora na digitalização de minha pequena coleção. Dez vez em quando também baixo alguns álbuns pela internet de coisas que realmente me interessam. Porém não uso esses recursos como forma de difundir pirataria e ganhar dinheiro, pelo contrário, são para meu usufruto.

Sempre curti também música online. Fui ouvinte assíduo da antiga RadioClick, porém, depois que descobri o Last.FM, diria que minha concepção de música online mudou drasticamente. Ali tenho como montar playlists bem legais, minhas rádios prediletas e ainda juntar alguns amigos que compartilham do mesmo gosto que eu.

Nada melhor que juntar o útil ao agradável, porém ainda sentia falta de algo. Ouvir é ótimo, porém guardar para ouvir quando der vontade, no MP3, no trabalho, é outra coisa.

Pesquisa daqui, pesquisa dali, li alguns tutoriais e encontrei o que estava procurando,  o TheLastRipper. Esse programinha proporciona baixar os streams do last.fm em MP3, organizando tudo em pastas, com fotos, M3U, SMIL e PLS.

O barato é que existe versão para Linux, Windows e MacOS. No caso do Linux, estão disponíveis pacotes para o Ubuntu, Mandriva, OpenSuSe e ainda os fontes para serem compilados.

A instalação é bem básica no caso dos pacotes para as distribuições mencionadas, bastando clicar e deixar o gerenciador de pacotes fazer o trabalho. Para quem optar em instalar usando os fontes, existe um script  no pacote ‘tar.gz’ que também se encarrega de fazer a instalação para o usuário.

O TheLastRipper é um daqueles programas que não podem faltar. Sua utilização é bastante simples e não requer nada de mirabolante. Li alguns relatos de usuários reclamando que o programa não funciona. Mas isso não é real. Basta apenas utilizar as tags do last.fm e pronto, logo você estará baixando sua coleção de MP3. Obviamente é necessário ter uma conta no last.fm, caso contrário não é possível baixar os arquivos. Ao abrir o programa pela primeira vez, é solicitado o usuário e senha.

tela_login

Além das configurações da conta, o usuário ainda pode configurar a rede, caso haja proxy, criar diretórios específicos para cada estilo a ser baixado e selecionar as opções de playsits disponíveis.

Como mencionei, a interface do TheLastRipper é muito simples. Após conectado, basta o usuário selecionar sua estação predileta e deixar o programa efetuar os downloads. Existem várias tags predefinidas, porém, após uma busca no last.fm, pode-se inserir  qualquer tag disponível na caixa e o sistema se encarrega do resto.

selecao_station

No meu caso, como curto diversos tipos de sons, visitando a página principal do last.fm, verifiquei as principais tags e já comecei a montar minha coleção pessoal. São inúmeras possibilidades, basta pesquisar sua preferência e baixar à vontade. Na figura abaixo, mudei as opções do ‘globaltags’ e coloquei ao final MPB, imediatamente o sistema começou o download de vários títulos de artistas brasileiros.

tela

Em resumo, o TheLastRipper é sem dúvida um programa simples e que cumpre bem o que promete, ou seja, baixar músicas do last.fm. Existe no site a nota do projeto sobre como utilizar o programa e baixar as canções. O projeto  alerta que em alguns  países  possuem leis rigorosas quanto baixar conteúdo com copyright via internet, portanto, é fundamental que o usuário tenha pleno conhecimento, depois, é só baixar e se divertir a valer com sua coleção de MP3.

2 thoughts on “TheLastRipper

  1. Viviane Vilela 31 de dezembro de 2008 / 20:17

    Tem bom gosto pra música… e seu Natal foi romântico heim..ui ui, coisa mais boa…rsrs

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s