24 horas usando o Hardy e feliz da vida

Ontem instalei o Hardy em meu notebook. Estava usando a versão RC, porém quis aproveitar minhas duas horas de almoço e trocar o sistema com uma instalação limpa.

Não farei aqui um review completo de minhas impressões sobre a nova versão vez que grande parte dos sites e blogs já fizeram isso. Um ótimo release você pode ler aqui. Na verdade o Hardy não é uma revolução, principalmente em relação a nova interface gráfica tão esperada, porém o que já fizeram deu uma nova vida ao sistema. Na minha ótica o novo Ubuntu é sim uma evolução.

Muitas funcionalidades foram implementadas, a que mais me chamou a atenção foi a nova configuração do Xorg. Praticamente não se mexe nele em modo texto, pelo menos para a configuração do vídeo. Porém aqui eu tive de mexer. Mas foi tranquilo.

Como no meu caso minha placa de vídeo é da VIA, modelo Chrome 9, desde que troquei meu portátil vinha sofrendo com a confirguração ideal. No Gutsy eu tive que fazer alguns malabarismos e funcionou. No Hardy até que foi fácil, porém o GDM insistia em ficar com uma resolução maior que o normal.

Consegui configurar o problema fazendo um pequeno ajuste no Xorg, dica do Marcelo Minholi. Funcionou 100%.

Mas nem tudo são flores. O ajuste do brilho do LCD usando a combinação FN + F7/F8, literalmente não funciona. Fiquei “P” da vida porque na faculdade preciso ficar com o portátil ligado e nem sempre tem uma tomada disponível. Como lá o wireless é liberado para os alunos do curso de Sistemas, sempre to olhando meus emails, lendo algumas coisas na internet ou fuçando em algo para passar o tempo no intervalo e assim a bateria acaba indo pro espaço, pois a combinação LCD e wireless esfola a bateria rapidinho.

Para esse problema segui este tutorial escrito no tutolivre.net e garanto, é realmente funcional. Vale a pena. Sei que para alguns é chato ficar entrando no Consola terminal, porém para mim não faz diferença nenhuma. Rodo o scripr e pronto, o problema tá resolvido.

Bem, o Hardy realmente me impressionou. Tá rodando maravilhosamente bem. Notei que está mais rápido. Isso pode até ser papo de quem fica deslumbrado com coisas novas, mas acredito que essa impressão não foi só minha. Agora é usar e abusar, afinal, são 3 anos de suporte e atualizações.

Anúncios

5 comentários sobre “24 horas usando o Hardy e feliz da vida

  1. Fábio 27 de abril de 2008 / 00:39

    Fiz o download do Ubuntu hoje a tarde… soh q por um azar sem tamanho o download falhou faltando 0,1mb e eu soh fui percebe na hora de instala no windows… pra faze o download de novo agora vai fica bem dificil… se alguem que tenha feito o dowload souber qual o arquivo que vem nesse ultimo 0,1mb me manda por favooooor ! meu e-mail é fabio.nf2@gmail.com

    Vlw !!

    Curtir

  2. thluxx 27 de abril de 2008 / 05:46

    Olá Fábio! Nesse caso o melhor é baixar a ISO novamente. Não tem como descobrir qual é o 0,1mb que está faltando. Quando você baixa uma imagem, se falta algo por erro do download, o arquivo fica inconsistente, por isso que ele não instala e da erros. Para evitar esse inconveniente, é de fundamenta importância usar um gerenciador de download e após terminado, verificar a integridade do arquivo através do MD5SUN.

    Curtir

  3. wasare 27 de abril de 2008 / 22:14

    Blz?

    Também estou utilizando o Ubuntu 8.04 mas desde o beta 5 e estou muito satisfeito. Com o lançamento da versão final fiz uma instalação limpa no meu note e nunca tive problemas com o ajuste de brilho pelas teclas de atalho, exceto quanto tive um problema no teclado e que me motivou escrever a dica de ajuste manual do brilho. Complementando as dicas pra quem está migrando rapidamente pro novo ubunutu escrevi mais duas dicas uma sobre a correção do bug da tradução (consola e rato) e outra sobre a instalação de extensões incompatíveis com o firefox 3. Acho que vale a pena conferir. http://tutolivre.net

    Curtir

  4. Milton 30 de abril de 2008 / 13:50

    olá…primeiramente parabéns pelo blog…

    “segundamente” gostaria de saber se essa placa de video da VIA(Chrome 9) tem suporte 3D…

    já procurei bastante, o maximo que consegui foi achar um drive em http://linux.via.com.tw/support/downloadFiles.action , mas depois vi q la esta cn896 e a placa no meu notebook é vn896…

    com isso concluo q ainda nao tem suporte 3D pra essa placa, mas nao custa perguntar 😀

    Curtir

  5. thluxx 30 de abril de 2008 / 15:12

    Olá amigo. Bom, ainda não existe suporte 3D para esta placa no Linux. A VIA não libera especificações de seus produtos e tão pouco desenvolve drives com qualidade, então não podemos usufruir dos recursos mais modernos como o Compiz. Neste link publicado no BR-Linux, a VIA anunciou que irá desenvolver drives de seus produtos em conjunto com a comunidade Linux. Agora é torcer para que a coisa realmente saia da promessa e funcione.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s