Minhas primeiras impressões do Mandriva 2008

logo_mandriva-200.gif

Após a nota de lançamento do Mandriva 2008 no Br-Linux, não pensei duas vezes e baixei a imagem para testes.

Escolhi o Live CD – Mandriva One 2008 com o KDE. Desde a aquisição da Conectiva pela ex-Mandrake, resolvi migrar para outra distribuição. Acabei optando pelo Ubuntu. Cheguei inclusive a me associar ao Mandriva Clube, mas não me adaptei a nova distro.

Hoje após chegar do trabalho, o download já havia terminado. Queimei o cd, instalei e fiz alguns testes. Confesso ter ficado surpreso. Baixei a versão Spring One 2007 e fiquei bastante satisfeito, porém o que vi hoje após a instalação me fez crer que o pessoal da Mandriva está realmente fazendo um trabalho primoroso.

O tema melhorou bastante, apesar de ter ficado um pouco perdido no KDE, vez que a muito tempo não mexia, gostei bastante do ambiente personalizado para a distro. Os temas anteriores eram um tanto quanto infantis.

Outro aspecto observado foi a velocidade. Não posso afirmar que está mais rápido porque a versão anterior não cheguei a instalar, mas gostei.

Uma mancada no entanto, foi liberar a nova versão com OpenOffice 2.2.1 e não a atual 2.3.0 e o Gimp 2.4.0 Rc2.

Quanto ao reconhecimento de hardware, posso dizer que foi 100%! Isso mesmo, tanto em meu notebook quanto em meu PC o sistema reconheceu todo o hardware. No caso do notebook cuja placa de vídeo é da Intel, a mesma foi reconhecida e configurada corretamente. Rodou o Compizfusion sem nenhum problema. O mesmo ocorreu no PC onde a placa é da Nvidia.

Não vou entrar em termos mais técnicos porque ainda não fiz um raio X completo do novo SO, mas o pouco que vi já me deixou bastante entusiasmado. Esse fim de semana espero poder vasculhar todas as novidades do Mandriva 2008.

Download

Anúncios

Um comentário sobre “Minhas primeiras impressões do Mandriva 2008

  1. Danilo Cesar 11 de outubro de 2007 / 12:05

    Pois é… Não cheguei a utilizar o One ainda, mas o 2008-Free está bastante estável em funcional.

    Fiquei durante muito tempo usando Ubuntu, quando voltei a usar Mandriva o KDE foi um tanto quanto estranho… Mas apenas por uma questão de costume. Nada que uma semana de utilizador não resolvesse.

    Fiquei contente com o suporte ao 3D. Compiz-fusion funcionandinho é muito bacana… =)

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s