O não ao OOXML

A comunidade open source brasileira tem bons motivos para não se esquecer do dia 23 de agosto de 2007. Com 27 votos contra 24, o OpenXML da Microsoft foi rejeitado pela ABNT em um processo que durou alguns meses e teve momentos de bastante tensão. Relatos de Avi Alkalay em seu blog (Consciência Digital e Espírito Voador) no dia 21/08, davam mostras que talvez ocorresse o pior, ou seja, o formato fosse aceito. No entanto, pelo que considero uma vitória do bom senso, especialmente porque o padrão sugerido apresentava inúmeras deficiências técnicas e práticas – incluindo assuntos relacionados a patentes, o “não ” foi escolhido, porém com comentários. Isso quer dizer em poucas palavras que se a Microsoft no futuro corrigir as 63 restrições apontadas, poderá ocorrer uma nova votação e o padrão pode receber um sim. Vale lembrar que para o formato ser reconhecido pela ISO, ele tem que receber apoio de pelo menos 67% dos 154 países que tem direito de voto, além de não poder receber mais de 25% de rejeição de todo o universo composto de países, associações e empresas. Com essa votação, o Brasil se junta aos Estados Unidos, China, Polônia e Índia a votarem contra o novo formato.

Separei alguns links que acredito serem úteis para a compreensão de todo esse processo.

E viva a liberdade!

Linux Magazine
Info Online
Blog do Sérgio Amadeu

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s